Postado em 2023-01-30 12:07:00

Unidas pela amizade e regadas ao vinho

O vinho sempre esteve de alguma forma vinculado à história do homem, por ser uma bebida com sabor e personalidade próprios.

Por: Marcus Vinicius Cipriano | Publicado em 30/01/2023


       O vinho sempre esteve de alguma forma vinculado à história do homem, por ser uma bebida com sabor e personalidade próprios. Importantes civilizações antigas, como os egípcios, os gregos e os romanos, além dos hindus, utilizavam o vinho como remédio para o corpo e para a alma.

       Mas por que alguém bebe vinho? Você, enófilo, já se fez esta pergunta? Se pararmos para pensar sobre os motivos que nos levam a apreciar vinho, dificilmente a resposta seria simples. Aliás, poderíamos enumerar diversas razões para abrir e degustar uma garrafa de vinho. Três amigas sabem muito bem disso!

       Tim, Tim, este é o sonoro barulho que se escuta quando Gabriela Ferraresi, Francine Campolim e Marize Garcia se encontraram para um brinde à vida.
 

       Quando estão juntas, as horas não passam. O papo rola solto e as risadas também. A conversa é terapia. Elas tiram da gaveta da memória boas recordações. E o melhor, constroem novas lembranças juntas.
       
       E o vinho? Passou o ser o protagonista e o que as uniu ainda mais, quando em 2020 tiveram a brilhante ideia de criar o Regadas ao Vinho.

       Como nasceu o Regadas a Vinho?
     Gabriela - Com o início do isolamento social em 2020, três amigas que trabalham na área da saúde e apreciadoras da degustação de um bom vinho, tiveram a brilhante ideia de se reunirem uma vez por mês. Na época claro, com os protocolos estabelecidos, ou seja, álcool líquido e em gel! Essa atitude fez parte da nossa cura! E num ano conturbado e de grandes desafios, criamos esse trio. A cada encontro trocamos ideias, pareceres e cada vez fomos e vamos aprendendo um pouco mais sobre o nosso objetivo principal, apreciar um bom vinho.

       Quais as principais experiências que vocês tiveram?
      Gabriela - Todos os encontros são feitos de boas experiências de harmonizações! Embora ainda não na quantidade que temos vontade, mas já fomos em busca de conhecer Wine Bares em São Paulo, assim como vinícolas em nosso país. A Davo é um exemplo bom e de fácil acesso para nós, por ser logo na cidade vizinha, com um day use fantástico!
 

       Como escolher um bom vinho?
      Gabriela - O rótulo pode te dar informações importantes, como a vinícola, o tipo de uva, a safra e o teor alcoólico. E tudo depende do objetivo inserido na escolha. Se você vai degustar sozinho, se será acompanhado, se vai presentear alguém, se vai chamar um amigo. Antes da escolha, é necessário conhecer um pouco sobre os variados tipos de vinhos, as características específicas de cada uva, o teor de açúcar, a intensidade, a graduação alcóolica, tempo de guarda e mais alguns fatores. Mas, o importante mesmo é pensar que além de uma boa escolha, o vinho pode ser degustado de forma simples, nem sempre precisa de muita sofisticação. Somos adeptas da forma descomplicada.

       Como vocês realizam as degustações?
     Gabriela - Nossas degustações são feitas em nossas residências. Nos reunimos mensalmente e a escolha dos vinhos são estabelecidas conforme o que será servido, para haver uma harmonização, onde o vinho é o artista principal. Levamos muito em conta também a época do ano, se estamos no verão, optamos por vinhos leves, jovens e mais frutados como os brancos e rosés. No inverno, com pratos e acompanhamentos que são mais intensos e quentes, nossas escolhas ficam com os tintos.

       Como você descreveria o prazer de tomar um bom vinho e ainda se confraternizar entre vocês três?
       O vinho é uma bebida magnífica e deliciosa. Podemos dizer que o vinho aproxima as pessoas, torna as refeições mais saborosas, atrai e esquenta o corpo, mostra histórias sobre a produção, lugares e cultura. O vinho relaxa, se mostra um excelente aliado no "viver bem". O vinho é capaz de unir amigas (nós rsrsrs) numa mesa para bons papos, fazendo aumentar nossa reserva de memórias afetivas. Ou seja, a descrição mais simples é que o melhor dessa vida é poder beber, comer e compartilhar com quem se ama! Fazemos isso juntas com maestria.

      De onde surgiu esta paixão por vinhos? A preferência das três é a mesma, e como vocês escolhem o que vão provar?
       A paixão por vinhos é pessoal e cada uma teria uma história para contar.... Não exatamente a preferência é a mesma, mas como gostamos de provar novos sabores e saberes, estamos sempre dispostas a conhecer o que cada uma apresenta em nossos encontros.

Gostou? Compartilhe essa empresa: